Edmar Mothé, o vendedor que deu dois mundos a Brasília

July 1, 2019

O ano era 1974 quando Edmar Mothé, aos 22 anos de idade, trouxe seus sonhos do Espírito Santo para Brasília. Com muita determinação e foco dentro da bagagem, o capixaba de Cachoeira do Itapemirim não imaginava que fosse construir um império comercial com a capital federal de pano de fundo.

 

Edmar decidiu parar de ver Brasília só pelas lentes da televisão, e em discursos do ainda vivo Juscelino Kubitschek, e mudou-se para a 705 Sul. Na época sem dinheiro, ele morou em uma república da W3 Sul após a tentativa de morar com o irmão, na Asa Norte, não deu muito certo.

 

 

Edmar recebendo premiação , melhor revendedor Europa

 

 

 

Independente da situação difícil daquele momento, Edmar não se deixou abalar pois tinha um dom: As vendas. Se o objetivo era vender o rapaz capixaba tirava de letra. E foi assim que, ao chegar na capital federal, Edmar já começou a trabalhar como vendedor de porta em porta.

 

“Vi uma oportunidade de mudar minha vida através das vendas” Num tom de conversa descontraído ele conta que esse talento o levou a vender diversos produtos. Os primeiros salários aqui no cerrado vieram da venda de seguros de vida e até de títulos de clubes. Posteriormente ele começou a trabalhar como corretor imobiliário comercializando loteamentos no entorno de Brasília, nas cidades de Valparaíso e Luziânia.

 

Para Edmar o dom de vendedor foi decisivo para sua sobrevivência naquela jovem Brasília de apenas 14 anos de idade. Ele confessa que viu nas vendas uma oportunidade de mudar sua vida e apostou no seu sonho, mesmo que ele incluísse uma jornada de trabalho de sol a sol, e das 7h às 22h.

 

Sua dedicação para o comércio deu retorno positivo rapidamente. Em meados de 1978, apenas 3,5 anos depois de sua chegada a Brasília, Edmar já abriu sua primeira empresa, no ramo imobiliário a “Módulo Empreendimentos Comerciais”.

 

A ideia lhe fez sentido na época, já que tinha acumulado com êxito algum conhecimento imobiliário trabalhando como corretor. O objetivo era simples: Oferecer a infraestrutura necessária e comercializar loteamentos em parceria com fazendeiros da região de Luziânia, no Goiás.

 

 Primeira loja na 102 norte

 

Como o sucesso parecia andar em seu encalço, 1981 foi o ano da inauguração do seu segundo empreendimento: a Mundo dos Filtros. De fato que o “mundo” nesse caso era pequeno, a primeira loja era no Comércio Local Norte, na quadra 102.

 

Com muito bom humor Edmar conta que primeira loja abriu mesmo sem letreiro na fachada. O que foi resolvido de improviso com uma faixa de pano dizendo “Mundo dos Filtros”. Mesmo assim isso não o impediu de contratar a voz de ninguém menos que Cid Moreira para narrar o primeiro comercial televisivo do empreendimento.

 

Ao narrar, no vozeirão icônico do jornalista, “Mundo dos filtros a mais completa loja de filtros do Brasil, na 102 norte, em frente ao HRAN”, mal sabia o Cid que esse mundo todo cabia numa loja de trinta metros quadrados. E que ela existe até hoje.

A intenção da Mundo dos Filtros era mais elaborada, oferecer um “mundo de opções para filtros de água”. Afinal, para Edmar, Brasília era uma ótima oportunidade de sucesso “caso a população precisasse que beber água”, conta ele rindo ao lembrar.

 

 

loja em taguatinga centro   

 

 loja nos dias atuais

 

O primeiro mundo fundado por Edmar, e do qual ele ainda é o CEO, começou comercializando filtros e velas de todos os tipos. Atualmente as lojas vendem também eletroportáteis, purificadores de ar, eletrodomésticos, umidificadores de ar e produtos de ventilação.
 

 

Foi só depois de 34 anos de trajetória na “terra dos filtros” que Edmar fundou seu segundo mundo. Mundo esse que nasceu da paixão por produtos naturais. Concepção muito nutrida dentro da sua família e valorizada entre ele os filhos.

 

 

 

 

Com uma bagagem de experiências muito mais pesada do que trazida em 1974, Edmar inaugurou a Bio Mundo em dezembro de 2015, aos 58 anos de idade.

 

Como uma alimentação saudável sempre foi importante em sua vida Edmar sabia da dificuldade para encontrar produtos naturais em Brasília. Razão o que o motivou a se aventurar mais uma vez no novo empreendimento nesse setor.

 

“Eu tinha que acreditar nos produtos que eu vendia”. A Bio Mundo surgiu dessa carência de produtos naturais com preços acessíveis na capital. E Edmar, vindo de uma família simples, queria que sua loja oferecesse produtos saudáveis para qualquer bolso, democratizando a compra. Esse conceito deu tão certo que já espalhou 32 lojas Bio Mundo na capital federal, e 82 no Brasil, sendo a que mais cresce no segmento.
 

 

 

Para Edmar o pilar mais importante que o trouxe até aqui foi acreditar no seu produto. Por isso cada um dos produtos que ele oferece precisa ser meticulosamente avaliada e aprovada por ele, que se coloca na pele do cliente. Estratégia nata de bom vendedor.

 

Ao longo do tempo ficou claro para Edmar que as suas empresas surgiram de momentos distintos, tanto para ele quanto para Brasília. E a experiência acumulada na capital, “no peito e na marra”, foram decisivos no nascimento e no sucesso da Bio Mundo hoje.

 

A boa-aventurança do segundo mundo criado por Edmar já o levou a quatorze estados, por meio de lojas franqueadas. Esse mundo é maior que o primeiro, não há como negar, mas Edmar afirma que mesmo assim ainda sente frio na barriga a cada nova inauguração.

 

Um bom vendedor tem que ouvir as necessidades do cliente, e claro que isso Edmar já sabia. A partir daí a Bio Mundo evoluiu para uma loja com oferta múltipla de produtos. Um ambiente diversificado onde se pode encontrar produtos para compra, para consumo imediato e até conta com um restaurante em algumas unidades. “Sempre vi Brasília com uma certa magia, a da oportunidade.

 

Oportunidades que hoje fizeram dela uma cidade completa.” Hoje, 40 anos depois, Edmar lembra com nostalgia de quando fazia percursos a pé da W3 Sul até o Conic para trabalhar como vendedor. E se lembra de que o sonho que o trouxe pela primeira vez a capital federal só foi possível de se realizar graças ao desenvolvimento único que Brasília demonstrou ao longo do tempo.

Desenvolvimento esse que proporcionou ao antigo vendedor de porta em porta ser responsável por cerca de 1300 funcionários que trabalham em seus “dois mundos”. A maioria deles trabalha na Bio Mundo, que mesmo sendo a empresa mais jovem é a que requer mais atenção.

 

Sendo um vendedor nato Edmar se orgulha de nunca ter se encaixado no perfil “funcionário de escritório com ar condicionado”, como ele mesmo conta. A disposição de pôr a cara a tapa numa cidade nova e promissora ainda é a postura de empreendedor que ele carrega.

 

Para ele a Brasília de hoje é uma cidade completa. Muito diferente de quando ambos, ele e a capital, eram muito jovens. A cidade passou por um processo de desenvolvimento muito grande, o que lhe trouxe também alguns problemas. Aqui cita a segurança pública, e o trânsito, duas coisas que não eram a realidade do Edmar rapaz, de 22 anos.

 

Hoje aos 62 anos, Edmar acumula 40 de Brasília. Quatro décadas e meia vendo a cidade crescer, enquanto ele crescia junto com ela. E mesmo depois de tanto tempo Edmar não pensa sair daqui. Mas também pudera, como separar o vendedor que Brasília acolheu de asas abertas, o que lhe retribuiu dando-lhe dois mundos inteiros.

 

 

Fonte: http://61brasilia.com/2019/05/02/edmar-mothe-o-vendedor-que-deu-dois-mundos-a-brasilia/

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Bio Mundo é a loja de produtos naturais que busca gerar saúde e bem estar à vida das pessoas através de uma alimentação saudável, com o mix mais completo e variado do Brasil, que inclui produtos diet, light, integrais, orgânicos, funcionais, sem glúten, sem lactose, suplementos esportivos e mais de 500 itens a granel, frescos e selecionados (sementes, grãos, frutas desidratadas, chás, farinhas e temperos).

Whats 61 998618280
Televendas 61 37712800
Siga-nos
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram